Sobre a cópia privada

.
Se há área do governo onde, com o mesmo dinheiro, se poderia fazer quatro vezes mais atividade é mesmo a Cultura.
E nem sequer tem ligação com a existência, ou não, de Ministério. Só tem ligação com a incapacidade de encontrar a Missão, a Visão, a integração dos recursos, o planeamento e a gestão conjunta, a logística adequada aos ganhos de produtividade e a partilha …de informação.
Isto tem alguma ciência?  Tem! Porque há uma tendência para a consagração de uma “cultura” oficial em cada período governação. O António Ferro deixou marcas profundas.
Esperamos que, um dia, haja bom tempo nesta área central para o nosso desenvolvimento.
Nunca houve tanta oferta cultural como há hoje em Portugal e nunca ela foi tão desgarrada e descompensada.
® 2014.08.01 – Ascenso Simões